Blog NeoImagine
Empreendedorismo

Casal de idosos fatura R$ 3 milhões com máquinas de etiquetas

O casal Zinsmeister começou a empreender em 1970, quando deu início à Turo Máquinas, uma fábrica que produzia peças para outras empresas. Em 1992, Elizabeth e Heinz decidiram mudar o rumo do negócio. Ele, que é engenheiro mecânico, desenvolveu um modelo de máquina de etiquetas para ser comercializado pela marca por preços acessíveis.

Trata-se de um aparelho que faz hot stamping, ou impressão de etiquetas por meio de calor. “A máquina foi desenvolvida para que pudesse ser utilizada por pequenos negócios e pessoas que quisessem uma forma de complementar sua renda”, afirma Elizabeth. “E ela foi muito bem aceita por esse público.”

De fato, os produtos da Turo Máquinas deram a alguns consumidores a oportunidade de empreender.

A partir de clientes fiéis, a empresa cresceu e, atualmente, Elizabeth e Heinz, ambos com 79 anos, se dividem na liderança do negócio, que tem sede em Mairiporã, em São Paulo. Ela cuida do financeiro e o marido, junto com Roberto, um dos três filhos do casal, é responsável pela produção e desenvolvimento das máquinas.

Hoje, a Turo possui 22 funcionários e um catálogo com 17 modelos máquinas, além das etiquetas, algumas delas são habilitadas para trabalhar com a impressão em tecidos.

Os preços variam entre R$ 14,1 mil e R$ 102,5 mil e, em 2014, a empresa faturou R$ 3 milhões. As máquinas da empresa são vendidas principalmente para as regiões Sul e Sudeste do Brasil e para outros países, como Chile e Bolívia.

Fonte Original: Revista PEGN