Blog NeoImagine
Dicas Tecnologia

Entre o site e o aplicativo – PWA

Ao iniciar um projeto de interface para a Web você ou seu cliente podem se questionar se o melhor caminho é o desenvolvimento de um site ou de um aplicativo, talvez a resposta seja a criação de um PWA.

O que é um PWA?

Da sigla em inglês Progressive Web Apps (aplicações progressivas para o web), se trata de uma prática onde preparamos um site responsivo (adaptado ao mobile) para obter recursos do dispositivo como se fosse um aplicativo.

Acessando através do computador, não é nada diferente de um site comum, mas ao visualizar no mobile o usuário ganha recursos extras como: instalar o site (com direito à ícone e tela de inicialização), armazenar conteúdo off-line e garantir funções sem conexão, aproveitar a tela cheia sem frames do navegador, usar maiores recursos do hardware e até mesmo notificações push.

A tecnologia em si não é uma novidade, pois já vem engatinhando há alguns anos, mas tem sido nas últimas versões do iOS e Android que ela está ganhando mais compatibilidade, e com isso mais adeptos.

Você que é desenvolvedor pode clicar aqui e conferir detalhes mais técnicos sobre o assunto e criar seu primeiro PWA.

Confira um mini jogo que fizemos usando esta tecnologia:

Link do jogo: https://goo.gl/yfrjRG

Instalando no celular:

 

Iniciando:

 

Mas a pergunta ainda está na mesa, Site, App ou PWA?

Todos eles são ferramentas para atingir um determinado objetivo, então vai depender do objetivo do projeto em que está envolvido.

O site é o mais básico (barato) e rápido para desenvolver, é uma ferramenta que traz agilidade e versatilidade na hora de validar sua ideia pois garante um acesso quase que universal a todo e qualquer dispositivo conectado a internet. O aplicativo envolve diversos fatores como: aprovação pelas lojas (Apple e Play Stores), a versão de determinados celulares que poderá acessar e o mais difícil, convencer o usuário a apagar a foto da família e dos gatinhos, para baixar seu app, além de consumir mais tempo e dinheiro, por isso antes de partir para o aplicativo tenha em mente que ele deve ser interessante o suficiente para o usuário o manter instalado, gerar receita (ou dados) que façam o investimento diferenciado valer a pena.

O PWA entra como um meio termo nessa dúvida, através dos recursos atuais você pode ter um site com cara de aplicativo, não depender de lojas, homologações, ter um custo final reduzido e validar de forma mais segura se o seu projeto é viável se transformar em um aplicativo.

Pretende criar algo puramente institucional para você ou o cliente?
Um site comum, unido as redes sociais seria a ferramenta ideal. Vamos ser sinceros, você possui algum app que tem como objetivo apenas falar sobre uma empresa? Então a dica é focar o investimento em um site.

Vai vender online, possui uma clientela fidelizada?
O que mais temos são lojas virtuais e aplicativos de comparação de valores. Você pode ter uma loja virtual em um site com PWA, isso vai trazer inúmeras vantagens e métricas. A menos que sua ferramenta traga uma funcionalidade extremamente útil ao usuário, não vai conseguir convencer o público a baixar e manter um aplicativo. O PWA ajuda a validar esta questão. Novamente, quantos apps de lojas online você possui, mantém e acessa constantemente?

É um projeto de gamification, ou uma ferramenta nova e disruptiva?
Se o orçamento for limitado, o PWA ainda pode ajudar muito no processo de validação. Caso o orçamento não seja um problema, a dica ainda é preparar uma boa estratégia de divulgação, um business plan para o aplicativo fazer sentido ao usuário e ter muita paciência na validação, pois se trata de um terreno de frustrações constantes.

E aqueles lugares que fazem apps de graça com modelos prontos?
Vamos voltar para a pergunta sincera, você mantém algum aplicativo assim no seu dispositivo? Então dificilmente conseguirá distribuir um dessa forma, além das próprias lojas “limparem” constantemente os catálogos excluindo aplicativos clonados, feitos com modelos prontos e que não trazem relevância, a frustração ataca novamente.

Resumindo, seja um site comum, com PWA ou aplicativo, ambos são ferramentas e como qualquer ferramenta precisa fazer sentido para seu negócio e para seu cliente. Alinhe os objetivos que quer atingir, se coloque no lugar do cliente final, trace um plano de ação e para tirar dúvidas técnicas, procure um desenvolvedor de confiança.